Em nota, Ipedd lamenta fechamento de cursos na Unimep

Em nota, Ipedd lamenta fechamento de cursos na Unimep

O Ipedd (Instituto Piracicabano de Estudos e Defesa da Democracia) lamenta a decisão dos dirigentes da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba) de fechar pelo menos 30 cursos de Graduação da instituição, medida que leva inclusive à desativação do Campus de Santa Bárbara D’Oeste.

A medida, denominada formalmente como supressão, a partir de um Ato Administrativo da Reitoria, foi tomada sem que houvesse qualquer diálogo com a comunidade, tanto interna quanto externa, e afeta diretamente a vida de milhares de pessoas em nossa cidade e região, entre estudantes, professores e funcionários da instituição. Alguns dos cursos fechados, vale ressaltar, estavam em funcionamento regular há mais de 40 anos.

A Unimep goza de respeitabilidade nacional e internacional justamente pelos compromissos que sempre manteve com a democracia e com a cidadania enquanto patrimônio coletivo, elementos de natureza éticos que são substanciais na construção de sua Política Acadêmica e dos Projetos Pedagógicos dos seus cursos. Não é admissível deste ponto de vista o comportamento persistente de sacrificar direitos fundamentais, de trabalhadores e estudantes, com a finalidade de buscar alternativas para um projeto educacional, seja ele qual for.

O Ipedd ressalta também a importância da universidade para o desenvolvimento social e econômico de Piracicaba e região, e para o fortalecimento de valores democráticos, por meio de projetos de extensão e educação popular. Essa cultura e ação institucional possibilitou inclusive contribuições decisivas no combate à ditadura militar no país, a partir do final dos anos 1970 e até a promulgação da Constituição Cidadã de 1988.

Ipedd (Instituto Piracicabano de Estudos e Defesa da Democracia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *