Literatura

Aos meus Amigos neste Natal

  Quando na noite não há mais som, mais movimento, mais luzes ou desejos, “leio até me arderem os olhos” a Crônica aos Amigos, de Vinícius…


Comunista come criancinha.

Estou numa hamburgueria e, enquanto escrevo, o corretor ortográfico do Word insiste em alertar que essa palavra não existe no português. Não existe no português,…



Solar

  Pelo vidro da porta da sala, o sol. Uma alegria amarela começa a tingir de vida os móveis. Novembros são assim, sempre cheios de…



Carta a Camões Afortunado

  Ah, Camões, que não sou, afortunado! Minha voz parada, caro mestre, empresta de Miguel Torga seu lamento à portuguesa.  Mas quantos não-Camões, como eu,…




Manifesto ao minimalismo amoroso

  A partir de agora, fica decretado o fim das grandes esperas. Desde já, ficam proibidas as imensas expectativas, os intermináveis projetos que jamais são…


Pira Porteña

Sempre que o falso inverno piracicabano dá seus ares pela Noiva da Colina, me ponho a sentir as sensações sinestésicas da música de Piazzolla –…