A POLÍTICA SE FAZ TAMBÉM COM O CORAÇÃO!

Venho, com o coração aberto e com a esperança de sempre, agradecer imensamente os votos recebidos nesta eleição, assim como o apoio e o engajamento dos companheiros e companheiras neste processo eleitoral, compartilhando sonhos e o desejo de uma cidade mais plural, diversa, inclusiva, sustentável e justa socialmente.

Neste tempo, aprendi com a experiência dos mais pobres e vulneráveis. Conheci a realidade das periferias, a pobreza escancarada e que avilta a democracia e a nossa liberdade. Encontrei uma cidade diversa, trazendo a experiência dos migrantes, das mulheres, dos jovens, de negros e negras. Inspirei-me na dor e alegria de cada um e cada uma, buscando nos gestos, nas falas, nos lamentos, nos sorrisos, nos choros, na indignação, caminhos para transformar e compor uma outra sociabilidade que dê conta do que é diferente e diverso, olhando com empatia e tolerância para as vivências e representação das comunidades mais pobres.

Desta eleição, saio mais maduro, mais militante e mais seguro de que os direitos humanos são invioláveis e inegociáveis. A política é o lugar onde manifestamos os nossos sentimentos e compreensão do mundo e não deve ser criminalizada. Minha luta, sua luta e a nossa luta devem convergir para o fortalecimento dos movimentos sociais, da solidariedade, reconhecendo que o Estado deve resguardar e promover direitos, com políticas públicas amplas e construídas democraticamente.

Aqui vai o meu abraço afetuoso a cada amiga e cada amigo, cada militante, cada companheiro e companheira nesta caminhada. O tempo urge posturas combativas, antirracistas, antimisóginas, anti-homofóbicas, de modo a defendermos o processo civilizatório. Na cidade de Piracicaba, continuarei trilhando caminhos democráticos, debatendo, discutindo, participando dos movimentos, das reflexões e dos processos de luta que compõe a arena democrática.

Desejo estar ao lado dos meus amigos e amigas que, nesta eleição, acreditaram, confiaram neste projeto de cidade que acolhe pessoas, potencializa a tolerância e reconhece a democracia social, política e civil!

Compartilhemos sempre essa esperança!

Professor Adelino Francisco de Oliveira.

1 Comment on "A POLÍTICA SE FAZ TAMBÉM COM O CORAÇÃO!"

  1. Valeu Adelino!! Um grande abraço!!

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*