Vigília pela vida das mulheres acontece nesta terça.

O curso de Pós Graduação em Educação em Direitos Humanos do Instituto Federal de Educação e Tecnologia- IFSP – de Piracicaba em parceria com o coletivo Marias de Luta, as Promotoras Legais Populares de Piracicaba, o Coletivo Maria Bonita – IFSP Piracicaba e a Procuradoria Especial da Mulher – representando a Rede de Atendimento a Mulher de Piracicaba – promovem nesta terça uma vigília pela vida das mulheres.

O ato – que marca a luta vida das mulheres e o combate ao feminicídio e toda forma de violência contra a mulher – terá início às 19h30 e será realizado no próprio IFSP – que fica na avenida Diácono Jair de Oliveira, 1005 – Santa Rosa.

Os organizadores pedem que os participantes do ato tragam velas para iluminar a vigília.

Vigília relembrará também o brutal assassinato de Dona Eliana de Jesus Silva Ribeiro , ocorrido em Piracicaba em 18 de agosto deste ano.

Dentre os absurdos e inúmeros casos de feminicídio ocorridos no país, o assassinato de Dona Eliana de Jesus Silva Ribeiro choca também pela violência, pela banalização da vida e pela proximidade de sua ocorrência.

Morando em Piracicaba há muitos anos, Dona Eliana – Lili, como era conhecida pelos amigos – foi morta a facadas pelo ex-marido numa tarde de domingo, 18 de agosto.

Como escreveu o professor Adelino Francisco de Oliveira – um dos editores deste Diário e pessoa próxima à vítima e sua família – “Dona Lili acalentava seus anseios e projetos com singeleza e integridade. Mãe amada de duas filhas e avó zelosa de quatro netos, dona Lili planejava retornar à sua sempre saudosa Bahia. Queria estar com sua já idosa mãe, dona Elizia, também sofrida, trabalhadora do campo, cujas mãos calejadas e corajosas criaram os muitos filhos, posteriormente migrantes, construtores de toda a riqueza paulista (…). Duramente machucada, com todas as entranhas violadas, em uma triste tarde de domingo, no dia 18 de agosto de 2019, dona Eliana faleceu, em razão do homem, sempre muito íntimo a ela, não acatar seus desejos, sua vontade, a busca irreversível pela liberdade, que naturalmente lhe cabia.”

Para reler o artigo completo do professor Adelino, acesse: https://diariodoengenho.com.br/a-vida-das-mulheres-importam-nao-ao-feminicidio/

Mais informações sobre a vigília: https://diariodoengenho.com.br/a-vida-das-mulheres-importam-nao-ao-feminicidio/

Ato de fundamental importância no combate ao feminicídio e a toda forma de violência contra as mulheres, a vigília desta terça (24 de setembro) deve contar com muitos participantes, sendo aberto a todos.

 

Be the first to comment on "Vigília pela vida das mulheres acontece nesta terça."

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*