À Beira do Caos: contágio em Piracicaba segue fora de controle

Cidade é epicentro da pandemia da região

Editorial excepcionalmente assinado pelo Diário do Engenho e pelo Coletivo Oswaldo Cruz.

A análise dos dados oficiais divulgados pela Prefeitura de Piracicaba e jornais impressos locais sobre o contágio pelo Novo Coronavírus em Piracicaba é extremamente alarmante e indica que a contaminação segue absolutamente fora de controle. A atualização dos dados, divulgada oficialmente no dia de ontem, sábado(18/7), revela um assustador crescimento, nos últimos dez dias, dos casos de contágio e também de óbitos na cidade – o que a coloca na dianteira em relação às cidades de seu entorno e de outras de seu porte.

(Gráfico publicado pelo Jornal de Piracicaba)

O radar do Coletivo Oswaldo Cruz, a partir dos dados oficiais divulgados pela Prefeitura, chama a atenção para a curva ascendente revelada no conjunto desses dados que, em resumo, apontam para o avanço catastrófico da doença em Piracicaba. Mais detalhadamente, os dados apontam que no dia 21/06 havia 1.776 casos confirmados em Piracicaba, no dia 28/06 já saltamos para 2.535 confirmados, 05/07, os casos confirmados chegaram a 3.532 e em 12/07 subimos para 4.547 confirmados.  Ontem, dia 18/7, o número de casos chegou a terrível marca de 5625 confirmações. 

O indicativo da contaminação semanal em Piracicaba é também estarrecedor. O gráfico abaixo revela que na semana de 06/04 a 12/04 a contaminação foi de 8 pessoas na cidade. De 18/05 a 24/05 foram 195 os contaminados. Entre 08/06 a 14/06 o contágio atingiu a 383 pessoas. Na semana de 22/06 a 28/06 foram 759 os contaminados. Entre 29/06 a 05/07 foram 997. De 05/07 a 12/07 o número de contaminados chegou a 1015 na semana. 

A seguir essa tendência de crescimento, Piracicaba entrará em colapso em algumas semanas. Com o número de leitos e de respiradores limitados – lembrando que a cidade já envia pacientes para os hospitais de campanha em São Paulo (com revelam matérias de telejornais locais e nacionais) – a previsão sobre o que pode vir a acontecer na cidade é das piores possíveis. Some-se a esse quadro dantesco, ainda, o número de casos não testados e de pacientes infectados que – vetores da doença – não apresentam sintomas, não fazem os testes, mas continuam, mesmo sem saber, a infectar as pessoas. Sem contar, é claro, o número de óbitos que até a data deste sábado chegou oficialmente a 155.

Diante do descalabro em que se meteu a saúde pública do município, cala-se a sociedade, calam-se aqueles que saíram às ruas – em carreatas da morte – pedindo a reabertura do comércio local, calam-se as autoridades locais.

Piracicaba parece negar sua situação. Os piracicabanos, em grande parte, parecem querer apostar numa roleta russa do vírus – ora não acreditando nos dados oficiais, ora achando que nada pode ser feito para combater a pandemia, ora seguindo em frente como se nada estivesse acontecendo.

À beira do caos que se anuncia, este diário e Coletivo Oswaldo Cruz cobram das autoridades locais, com este editorial, que medidas drásticas sejam tomadas urgentemente – e que um plano de gestão da crise seja apresentado. Não há mais o que esperar. É preciso que os gestores da cidade ajam rapidamente para tentar controlar uma situação tenebrosa que, diga-se de passagem, poderia ter sido evitada se houvesse gestão de qualidade na cidade e projetos efetivos para o combate à pandemia no município.

Não há mais tempo para relativizações ou ingerência. É preciso agir imediatamente, colocando o município e seus munícipes em ação coletiva contra o vírus.

3 Comments on "À Beira do Caos: contágio em Piracicaba segue fora de controle"

  1. Esse quadro pandemico na nossa cidade é o resultado da ausência de medidas austeras por parte do Prefeito e a sua equipe da saúde,em especial. Tem menosprezado os índices de aumento do número de contaminação e defendido a abertura do Comércio, além disso nenhuma medida para evitar as aglomerações. Ou seja, não coloca a vida no centro e a solidariedade em primeiro lugar. Com isso, podemos afirmar que o governo local, também é o governo da necropolitica – o lucro é o que vale!!!!! 😭😭😭😭😭😭

  2. Acredito que não è só os governantes o povo tembem tem muita culpa pois não se comporta corretamenta e não è falta de exclarecimento, é falta de respeito mesmo.
    Se não respeitar as ordens para não sair de casa mesmo isso não vai passar
    Se não usar mascara corretamente em todos lugares também.não vai adiantar nada.
    É o povo o maior prejudicado.
    Então não tem saida tem que seguir o afastamento.
    FICAR EM CASA SALVA VIDAS

  3. Sérgio biscalchin | 21 de julho de 2020 at 17:01 | Responder

    Se nossos “governantes”, tivessem ouvido a mensagem que o Dr PELÉ deixou qdo fez seu milésimo goll no Maracanã a 40 anos atrás.. INVESTIR NA EDUCAÇÃO PARA UM FUTURO MELHOR. Hoje teríamos políticos honestos lutando pelo bem do povo e não pelo poder. .com certeza não estaríamos nessa situação hoje. Não falo só por Piracicaba e sim pelo país todo.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*