Língua – por Alê Bragion

DSC08775

Língua

Refaço no ar
o seu movimento
branco

tríplice

cúmplice                           baço

No espaço
o teu sumiço
de

uma

posição                 a outra

canta

Por entre ascendentes
e
descendentes
postes

pontes

                                     arcos

e ligaduras

Redescubro-te à distância,
no vácuo de sua antessonorassombra
em Pessoa:

badalo triste de fim de tarde
num dobre longe
que
por trás dos campanários de Lisboa
ternariamente
soa

e

se

                    ex-

vai

 

 

(10 de junho: dia de Camões e da Língua Portuguesa)

——————————

Alexandre 1

 

 

 

 

 

 

 

Alexandre Bragion é editor do Diário do Engenho.

 

 



advertisement

Be the first to comment on "Língua – por Alê Bragion"

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*