Pira é Música de todos!

Difícil discordar de quem diz que Piracicaba é uma das cidades mais “musicais” de todo o estado. E não é só da música clássica, de concerto, que estamos falando. A cidade é berço de grandes músicos – dentre instrumentistas, cantores e compositores – que desenvolvem suas criações a partir dos mais variados estilos. Do clássico ao jazz manouche, passando pelo estilo regional (como o cururu e a seresta), até chegarmos ao samba, à música sertaneja raiz e por aí vai.

Berço também de muitos grupos e formações musicais variados e que também atuam na cena independente da urbe – ou seja, aquela que vai onde o povo está e não espera grandes apadrinhamentos políticos ou governamentais para produzir e trabalhar -, não faltam a Piracicaba apresentações, concertos e shows de grande nível técnico e qualidade produzido por “gente da terra” e muitas vezes de maneira independente.

A bem dizer, a grande trilha sonora “coletiva” que toca em Piracicaba é – quase sempre – feita de modo independente, com respeito e humildade. Mas de qualidade indiscutível!

Nessa trilha musical, muitas seriam as formações que poderíamos destacar. No entanto, como a ideia aqui é a de apontar apenas alguns nomes dos que julgamos mais importantes, o Diário do Engenho apresenta abaixo os seus destaques nessa área. Vamos lá!

 

DESTAQUES DIÁRIO DO ENGENHO – MÚSICA DE GÊNEROS VARIADOS

Banda Zaíra

Como se descrevem em seu próprio site: “se forró é feito pra balançar, os Zaíras levam isso ao pé da letra: em par, sozinho, pulando ou só mexendo o ombrinho, fazer todo mundo dançar é o objetivo. Com o pé nas raízes brasucas e a cabeça viajando pelo mundo todo, o som dessa banda abraça a todos e a troca de energia é intensa. Formada por: Beibi (Zabumba e vocal), Virgulino (Sanfona), Diego (Triângulo), Rafinha (Cavaco), Matheus (Contrabaixo) e Maicon (Percussão e voz)”. A banda tem cinco clipes lançados. Em 2012 participou da programação musical do Rio + 20, e fez ainda sua primeira turnê europeia pelo Intercâmbio Cultural do Ministério da Cultura. Em 2013 o grupo foi selecionado pelo Circuito SESI de Música e em 2016 para o Circuito SESC de Artes, circulando em 12 shows pelo estado de São Paulo.

Janu e Grupo Adonai

Desde 2004, o Cantor Janu e a Pianista e empreendedora Cristina Favoretto se uniram para realizar Casamentos, Bodas, Celebrações e outros tipos de eventos. Com muito profissionalismo e determinação montaram a grande marca “Janu Adonai” , que é destaque no cenário musical de Piracicaba e Região. Com o passar dos anos e com o aumento da demanda, a empresa teve sua estrutura expandida,  passando a atender eventos como Shows Gospel, Convenções Empresariais e Eventos Culturais.

 

Hot Club de Piracicaba

Fernando Seifarth (guitarrista do grupo Piracicabano “Falando da Vida”), Marcos Monaco e Cidão Lima (respectivamente, clarinetista e baterista da Traditional Jazz Band), fundaram, em 2008, o Hot Club de Piracicaba. Embora tenham outras profissões, são músicos desde crianças e amantes do jazz e da música em geral. Não se trata propriamente de um clube com associados, mas de um conjunto de jazz, sem integrantes fixos, com participação de amigos e convidados, para o tocar o “jazz manouche”, inspirado na música de Django, mas aproveitando elementos do jazz tradicional, do country americano, do blues e da música brasileira.

Quarteto Opus4

Criado no início de 2010, em Piracicaba, o Opus4 é um quarteto de cordas que se dedica ao estudo e à difusão da música de câmera. Empenhado em levar esse gênero de música a “todos os cantos”, o Opus4 não restringe suas apresentações às concorridas salas de concertos ou teatros, realizando também seus recitais em praças públicas, hospitais, escolas e em instituições que desenvolvem trabalhos sociais – misturando música, história da música e literatura.



advertisement

Be the first to comment on "Pira é Música de todos!"

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*