Mulher é presa em manifestação contra genocídio de jovens negros

O Mídia Ninja e outras mídias alternativas denunciam a prisão de Stella Avallone, mulher e mãe que participava de ato – neste domingo (1 de julho) – em São Paulo contra o genocídio de jovens e crianças negros.

Segundo o Mídia Ninja, “o ato Pela vida de nossas crianças: basta de prisão e genocídio” tomou pacificamente as ruas de São Paulo hoje. Quando chegaram à Consolação, os policiais, irritados pelas manifestantes abrirem a rua para uma grávida e não para os ônibus, iniciaram uma série de afrontas.

Entre diversas agressões verbais, os policiais afrontaram pessoalmente uma das manifestantes, Stella Avallone. Quando essa questionou o ato, foi detida por desacato à autoridade. As manifestantes, entre as quais idosas, mães e crianças, que tentaram se aproximar em apoio à mãe detida, foram afastadas com armas apontadas e ameaças de tiros pelos policiais.

Stella se encontra agora na 78ª DP, onde manifestantes, advogados e mídias independentes se organizam para prestar solidariedade” – revela o Mídia Ninja.

Para acessar as imagens, acesse:  https://twitter.com/i/status/1013557242015178752

Be the first to comment on "Mulher é presa em manifestação contra genocídio de jovens negros"

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*