Grupo dos Cêis abre instalação na sexta.

Grupo formado por artistas de diferentes linguagens apresenta sua segunda instalação artística.

Coquetel de abertura acontece na sexta (14), às 20h.

Já imaginou passear por uma exposição que reúna pintura, literatura, música, escultura, arte visual minimalista, fotografia e ainda poder curtir um bate-papo filosófico sobre arte e democracia – tudo ao mesmo tempo? Pois essa é a proposta de experiência estético-filosófica que o Grupo dos Cêis apresenta ao público de Piracicaba a partir dessa sexta-feira (14), no hall de exposições da Escola Bauhaus, a partir das 20h.

Formando por artistas que transitam por diferentes linguagens da arte, o grupo – criado no primeiro semestre deste ano – parte agora para sua segunda instalação: “Cores Possíveis”. Antenados ao momento histórico que o país atravessa e aos conflitos sociais que dominam o cenário atual, os artistas do Grupo dos Cêis acreditam que a arte pode ser um caminho maravilhoso para se praticar e se difundir a sensibilidade e se estimular o pensamento – tão em falta num mundo repleto de ataques e perseguições de todas as ordens.

Mais do que uma constatação acerca das possibilidades da arte em suas nuances, a expressão “Cores Possíveis” – que dá nome a essa instalação do grupo – quer ser também uma provocação para o exercício da democracia e à prática do respeito à diversidade em todas as suas cores, tons, sobre-tons, notas, impressões, marcas, imagens e sinais humanos e sociais. Unindo arte e filosofia, “Cores Possíveis” exalta os direitos humanos e a possibilidade de se viver num mundo livre e diverso. 

O público que for conferir a abertura da instalação poderá prestigiar também – para além das obras em exposição – um breve recital de violino e viola clássica, quando serão tocadas duas obras do compositor teuto-brasileiro Jean Goldenbaum (um dos artistas do grupo, professor na Universidade de Hanover, Alemanha, e que participará do evento por skype), as músicas: “Dizemos não ao fascismo no Brasil” (duo de violino e viola) e “Gedankenexperimentmusik 7” (solo de violino).

A parte musical do evento tem como convidado o violinista Helgo Ackermann.

Após a apresentação das músicas, o filósofo Adelino de Oliveira comandará um bate papo sobre arte, filosofia e democracia.

Fazem parte do Grupo dos Cêis, em ordem alfabética: Adelino de Oliveira (filosofia), Alexandre Bragion (literatura), Francisco Crócomo (escultura), Jean Goldenbaum (música), Manuel Guglielmo (arte minimalista), Oliver Mann (fotografia) e Rocco Caputo (pintura).

A exposição poderá ser vista até o dia 25 de setembro.

A entrada é franca!

 

A escola Bauhaus fica na Rua José Pinto de Almeida, 258.

Be the first to comment on "Grupo dos Cêis abre instalação na sexta."

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*