Articles by admin


Carta a Camões Afortunado

  Ah, Camões, que não sou, afortunado! Minha voz parada, caro mestre, empresta de Miguel Torga seu lamento à portuguesa.  Mas quantos não-Camões, como eu,…